Marcadores: , ,

Hong Kong

China Destinos Internacional
Hong Kong  é uma cidade-estado situada na costa sul da china, conhecida por seu horizonte repleto de arranha-céus e por seu profundo porto natural.
A cidade atualmente foi classificada como melhor destino para se fazer compras na asia e no pacifico, pois como porto livre, a cidade não cobra impostos, o que torna tudo muito mais barato. Eletrônicos, roupas de grifes internacionais e materiais esportivos de primeiríssima linha chegam às lojas por preços mais tentadores. É impossível não ficar fascinado diante de todas as possibilidades existentes em Hong Kong, a principal porta de entrada ao Oriente. Títulos não faltam a esse destino asiático que, há pouco mais de uma década, em 1997, era devolvido à China, após 99 anos sob a administração do Império Britânico.
Considerada a cidade do futuro devido a sua enorme quantidade de obras contemporâneas em hotéis, shopping e restaurantes da cidade Hong Kong não decepciona os milhares de turistas que recebe no ano todo.

Geografia 

De acordo com a United States Central Intelligence agency, Hong Kong possui a área total de 1092 km², sendo 1042 km² de terra e 50 km² de água e uma população de de aproximadamente 7 milhões de habitantes.
A população é composta por 96% de chineses e 4% de não chineses (vietnamitas, indonésios, japoneses, ingleses, coreanos, filipinos e norte-americanos).O território de 1.104 km² de área é constituído principalmente pela Ilha de Hong Kong, Lantau. Península de kowloon e os Novos Territórios, bem como cerca de 260 outras ilhas.

Clima

O clima predominante em Hong kong é o clima subtropical com quentes e chuvosos verões e frios invernos. A média de temperatura é de 17º C em janeiro e de 29ºC em julho.

Turismo

Hong Kong é um excelente lugar em todos os quesitos ainda mais quando se trata de diversão, tanto como exposições deslumbrantes, passeios no mar, templos, parques de diversão, e também claro para quem gosta de bons restaurantes e vida noturna, uma variedade de opções incríveis para todo tipo de gosto.


Avenida das estrelas

Modelado após o Passeio da Fama de Hollywood, a Avenida das Estrelas é um testamento da reputação de Hong Kong como a “Hollywood do Oriente.” É uma homenagem a uma série de atores chineses e asiáticos, atrizes e diretores que tiveram enorme impacto na indústria cinematográfica de Hong Kong. Desde a sua grandiosa abertura, em 2004, tornou-se uma das atrações turísticas mais populares de Hong Kong.

A Avenida das Estrelas é muito acessível por transportes públicos. Ela está localizada na margem do Porto de Victoria, em Tsim Sha Tsui a poucos minutos da rua Nathan. Se você tomar o MTR, chega no Tsim Sha Tsui Estação Este, em seguida, segue a tabuleta para a Avenida das Estrelas. Tão simples como isso. Uma vez fora do metrô, procura o Jardim Salisbury. Na entrada, você verá uma enorme réplica da estatueta dada aos vencedores no Hong Kong Film Awards. Você também pode pegar o ferry até ao seu destino no ponto Star Ferry.


Caminhando ao longo da Avenida das Estrelas, os visitantes podem ver uma série de colunas vermelhas com inscrições que falam sobre a rica história cinematográfica de Hong Kong. Há também estátuas relacionadas com filmes e placas/tabuletas no piso, algumas das quais contêm marcas das mãos e autógrafos das celebridades, incluindo Jackie Chan, Jet Lee e Wong Kar Wai. Há também uma enorme estátua de bronze de Bruce Lee.

Além disso, no porto, os turistas podem também ter uma vista deslumbrante dos arranha-céus. A Avenida das Estrelas é o lugar perfeito para ver a célebre linha do horizonte de Hong Kong e a popular Sinfonia das Luzes, que é mostrada às 20:00 todos os dias.


Victoria Peak - The Peak A melhor vista de Hong Kong

Se há apenas uma coisa que você pode fazer em Hong Kong, vá para o The Peak. O ponto mais alto de Hong Kong Island, este tem sido o ponto mais exclusivo da cidade desde os tempos coloniais - naquela época era o ar mais frio que atraiu os ricos e famosos, na era pós-ar-condicionado, e agora é uma das paisagens mais espetaculares do mundo que continua aproximando todos.

 The Peak  é uma das atrações mais populares em Hong Kong. De dia, os seus olhos se estendem pelos arranha-céus cintilantes e Victoria Harbour todo o caminho para as colinas verdejantes de Novos Territórios. No início da noite deste panorama derrete em rosa e laranja antes de reencarnar como uma galáxia de luz deslumbrante, brilhando abaixo de você. E se você ouvir com atenção o suficiente, você pode ouvir zumbido da Ásia cidade do mundo a seguir.


Pontos de vista

A bigorna em forma de Torre The Peak tem uma plataforma de observação grande chamado Sky Terrace 428, além de refeições e lojas de varejo. Nas proximidades, a Galeria Pico tem um deck de observação de livre entrada, bem como lojas e restaurantes. Mais dos pontos de vista pode ser tido em Lugar Estrada Mirante, Lions View Point Pavilion. Para lazer vistas se desdobram, pegue a 3,5 km-Walk Círculo Peak.

O Peak Tram

Peak Tram é uma experiência visual em seu próprio direito - slide Ilha de Hong Kong arranha-céus após sua janela para o que parece ser ângulos impossíveis como você fazer a subida ao pico em ferroviária da cidade funicular histórico.

Localizado no terminal inferior, a Galeria Peak Tram histórico é uma forma de homenagear o Peak Tram, o seu patrimônio e da história de Hong Kong. Desde 1888, The Peak Tram serviu Hong Kong, calmamente assistindo 120 anos de mudanças da cidade. A Galeria traz de volta muitas memórias para os visitantes locais e visitantes estrangeiros dá um vislumbre de como a Pérola do Oriente chegou para brilhar.

The Big Buddha

O Tian Tan é considerado o maior Buda sentado ao ar livre do mundo, é uma estátua de bronze que mede 34m de altura e pesa 250 toneladas. Essa estátua está localizada no alto do Monte Ngong Ping, foi inaugurada em 1993 e levou doze anos para ser construída. Por dentro a estátua é oca e abriga um museu com belas exposições e lojas de souvenir. Para se chegar lá é recomendado ir no teleférico Ngong Ping 360, que é, por si só, uma atração bela turística.


Hong Kong Disneyland

Como em qualquer outro lugar a visita a Disneylândia é sempre ótima, e a de Hong kong não fica para trás não. Se você gosta do Magic Kingdom, certamente irá gostar da Hong Kong Disneylândia. O clima alegre e mágico é o mesmo, com atracões voltadas ao publico infantil e também para quem gosta sempre de diversão.


Lan kwai Fong

Lan Kwai Fong é o melhor lugar para experimentar a vida noturna em Hong Kong, tem o melhor ambiente, uma incrível mistura internacional de emigrantes e moradores locais, e ampla variedade de clubes/bares disponíveis. Muitas das casas noturnas e bares são solo e em volta dos principais shopping da cidade. Há também uma abundância de táxis, a uma curta caminhada das estações de metrô.


Informações Turísticas

Fuso horário – Hong Kong está 11 horas à frente do horário de Brasília (10 horas durante o horário de verão brasileiro)

.

Código de Hong Kong – 852. Não existem prefixos nacionais.



Moeda – Dólar de Hong Kong. Para saber a cotação da moeda local acesse:  http://economia.uol.com.br/cotacoes/

 Idioma – Inglês e cantonês, um dialeto da China, são os idiomas oficiais de Hong Kong, porém o primeiro só é falado nos locais frequentados por turistas e homens de negócios como hotéis, restaurantes de regiões mais centrais, como o Soho, e atrações turísticas. A onda de imigrantes vindos de países asiáticos próximos, como a própria China, e o sistema de ensino local que prioriza o chinês escrito têm feito com que a língua inglesa seja usada apenas entre estrangeiros. Prepare-se para um malabarismo linguístico.

Horário comercial – O comércio costuma abrir entre 9h e 10h da manhã e fechar às 19h (ou às 21h de acordo com a região). Os bancos funcionam de segunda a sexta das 9h às 16h30 e, aos sábados, das 9h às 12h30.



Documentos – Brasileiros precisam apenas de passaporte com validade de, no mínimo, um mês após sua saída de Hong Kong. Para outras informações, acesse: www.immd.gov.hk. Quem viaja a Hong Kong via África do Sul, a rota mais rápida até o destino, deve portar também a carteira que comprove que o viajante tomou a vacina contra febre amarela pelo menos 10 dias antes do embarque.

Quando ir – Não existe baixa temporada em Hong Kong, uma vez que a região abriga eventos durante todo o ano. O que se deve considerar é o mês da visita e suas respectivas condições climáticas. Entre abril e setembro, o local é marcado por dias mais quentes e ensolarados, mas com riscos de tufões. O verão local vai de junho a agosto. Já o inverno vai de dezembro a fevereiro e é conhecido por seus dias frios de céu nublado que chegam a prejudicar a visita a certos atrativos como o Buda Gigante da ilha Lantau. Segundo locais, a melhor época para visitar Hong Kong é o outono, entre setembro e novembro, quando os dias são de sol e com temperaturas mais agradáveis.


Hong Kong Tourism Board - Hong Kong International Airport, Terminal 1 (área de chegadas). Diariamente, das 7h às 23h.



Hong Kong Island - The Peak (entre a The Peak Tower e a The Peak Galleria). Diariamente, das 9h às 21h.



Kowloon - Star Ferry Concourse (estação do MTR Tsim Sha Tsui). Diariamente, das 8h às 20h. www.discoverhongkong.com

Escrito por: Janaina Berlt

Click Destinos

Viajar é trocar a roupa da alma!

Com um coração cheio de coragem e vontade de conhecer cada cantinho do mundo, o site Click Destinos vem apresentar os melhores destinos. Buscando sempre qualidade e lugares poucos conhecidos a equipe apresenta uma infinidade de destinos a se conhecer.

3 comentários:

  1. muito bom o texto, adoro este blog! [:

    ResponderExcluir
  2. Só não gostei do buda ali. A cidade, os prédios, tudo muito bonito mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pergunta Saulo: o que o incomodou no Buda ?

      Excluir

 

"A vida é uma viagem a três estações: ação, experiência e recordação - Júlio Camargo"

  • Não perca os novos destinos

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter em sua caixa de entrada , é seguro e fácil!

    Copyright © Click Destinos
    .